+351 253 818 115

Taylor's Porto Vintage Vargellas Vinha Velha 2017

Núcleo preto rubi impenetrável e estreito bordo roxo. Apanágio do Vargellas Vinha Velha, o nariz é maravilhosamente equilibrado e completo, revelando múltiplas camadas e dimensões do aroma à medida que se abre no copo. Na base um coulis de bagas escuras e densas, com aromas de frutos silvestres, cassis e cereja preta. A voluptuosa riqueza da fruta é temperada por atraentes notas minerais e pedregosas e a discreta pungência de ervas silvestres e madeira de cedro. À medida que o vinho evolui, surgem aromas evocativos, de cera de abelha, couro e caixa de charutos, e inesperadas ressonâncias de um instrumento antigo. O palato é suportado por espessos taninos granulares e é repleto de denso sabor de frutos pretos e vermelhos que se desenvolvem num crescendo no final. Um vinho de escala majestosa que prova, se necessário fosse, que 2017 é um ano excepcional para as vinhas velhas.

389,99 €
IVA a 23% incluído

Ref. 3682

Capacidade 0,75l

Informação Complementar

Vargellas Vinha Velha2017

Após um chuvoso 2016, o ano começou com um Inverno frio e seco, registando-se uma pluviosidade um quinto menor do que a média de trinta anos. O abrolhamento ocorreu relativamente cedo, por volta de 10 de Março. As condições secas continuaram na Primavera e o clima quente de Abril e Maio estimulou o rápido crescimento das videiras. As primeiras três semanas de Junho foram extremamente quentes, causando danos nos jovens cachos em algumas áreas do Douro. O adiantamento do ciclo continuou com o pintor a aparecer por volta do dia 18 de Junho, um mês antes do ano anterior. Apesar de algumas trovoadas e das chuvas no início de Julho, as condições permaneceram secas até o final de Setembro, embora as temperaturas durante a maior parte do período de maturação tenham sido moderadas. Como esperado, a colheita amadureceu muito cedo, apresentado altos níveis de açúcar que conduziram a fermentações mais longas e uma muito eficaz extracção de cor. Na Quinta de Vargellas a vindima começou no dia 1 de Setembro, a mais temporã numa geração. O último registo de uma vindima ter começado tão cedo foi em 1945 - um dos melhores anos do século 20 - quando as primeiras uvas foram colhidas a 3 de Setembro. As temperaturas durante a vindima foram amenas, com noites frias, permitindo fermentações equilibradas e excelente extracção. Os mostos apresentaram-se densos e marcados por excepcional profundidade de cor e impressionantes fenólicos.

NOTAS DE PROVA

Núcleo preto rubi impenetrável e estreito bordo roxo. Apanágio do Vargellas Vinha Velha, o nariz é maravilhosamente equilibrado e completo, revelando múltiplas camadas e dimensões do aroma à medida que se abre no copo. Na base um coulis de bagas escuras e densas, com aromas de frutos silvestres, cassis e cereja preta. A voluptuosa riqueza da fruta é temperada por atraentes notas minerais e pedregosas e a discreta pungência de ervas silvestres e madeira de cedro. À medida que o vinho evolui, surgem aromas evocativos, de cera de abelha, couro e caixa de charutos, e inesperadas ressonâncias de um instrumento antigo. O palato é suportado por espessos taninos granulares e é repleto de denso sabor de frutos pretos e vermelhos que se desenvolvem num crescendo no final. Um vinho de escala majestosa que prova, se necessário fosse, que 2017 é um ano excepcional para as vinhas velhas.