+351 253 818 115

Ramos Pinto Porto 30 Anos Tawny NV

Uma magnífica cor tawny com tons de laranja. O fundo do copo é brilhante, com traços de vermelho-acastanhado que se transformam em uma auréola esverdeada característica dos velhos vinhos envelhecidos em barris. Tem um aroma admiravelmente elegante. No início, é quente e charmoso. Aromas de baunilha, frutas secas e nozes aparecem imediatamente como resultado do processo de envelhecimento. Com a agitação do copo, aromas picantes, como canela e cacau, se tornam proeminentes. Acetinado e de longa duração na boca. Um sabor de nozes, como amêndoa e avelã, é seguido por um frescor surpreendente e agradável produzido por sabores etéreos, culminando com um sabor de alcaçuz.

118,80 €
IVA a 23% incluído

Ref. RamoPinto30


EAN
5601332000819

Capacidade
0,75l

Teor d'alcool
20º

Produtor
Ramos Pinto

Pais de origem
Portugal

Região
Douro

Tipo de produto
Porto

Castas
Castas Tradicionais do Douro

Descrição

Vinificação: Estagiário em nossas adegas, este vinho é o resultado da harmonia entre várias variedades de vinho. Os sabores e aromas são voláteis, esterificados, amadeirados e poderosos. Feito a partir de vinhos das propriedades de Ramos Pinto, localizados nas melhores áreas da Região Demarcada do Douro. 30 Anos é uma mistura feita a partir de vários vinhos do Porto, envelhecidos em pipas há décadas nas adegas Ramos Pinto, em Vila Nova de Gaia.

Informação Complementar

Produtor | Adriano Ramos Pinto : em 1880, a Casa Ramos Pinto rapidamente tornou-se conhecido, na época, pela sua estratégia inovadora e empreendedora. Associada a vinhos de qualidade engarrafado, que começou a operar no mercado brasileiro no início do século 20 e rapidamente se tornou responsável por metade do vinho exportado para a América do Sul, enquanto ele ainda estava conquistando gerações de clientes fiéis em Portugal e na Europa. Estes foram os resultados naturais de uma estratégia com visão de futuro, com base na modernização da seleção, dosagem e circuitos de envelhecimento, o vinho pesquisa contínua e os cuidados especiais que Adriano Ramos Pinto dedicou à embalagem e promoção dos seus vinhos. Os vinhos Ramos Pinto tornaram-se assim uma referência de qualidade.

Em 1990, a Casa Ramos Pinto passou a integrar o Grupo Roederer, cuja história tem características idênticas. Assim, as qualidades que deram fama à Casa Ramos Pinto assumiu uma dimensão internacional.

Casa Ramos Pinto sempre entendeu que a qualidade dos seus vinhos começa na terra da região do Douro e, portanto, tomou posse de uma série de propriedades, cuidadosamente selecionados na Região Demarcada.

Foi o primeiro passo para uma carreira de produção de vinho, que tem investido em uma filosofia de auto-abastecimento, cuja finalidade é a de, a curto prazo, garantir a produção total de uvas usadas em vinhos do Porto e ainda.

A busca da excelência é evidente na qualidade efectiva dos vinhos que produz e a continuação de uma tradição de pioneirismo nas áreas de pesquisa, que há décadas nortearam a sua estratégia de produção.

Desde o início, a Casa Ramos Pinto estabeleceu uma política de auto-produção rigorosa, o que significa que só produz vinhos com uvas das suas próprias Quintas.

Com muita determinação e um investimento substancial, Ramos Pinto estabeleceu metas de plantação que ele conseguiu reunir ao longo dos anos. Nossa área plantada já estabilizado em um total de 360 hectares na Região do Douro.

Essa política nos permite garantir a qualidade inquestionável ea melhor seleção disponível de uvas para vinho.