+351 253 818 115

Planalto Reserva Branco 2019

Cor brilhante, aroma de boa intensidade, com notas de frutos brancos, frutas tropicais, ligeiros citrinos e floral. Na boca tem um ataque vivo, com acidez bem integrada que lhe confere excelente frescura e um final muito harmonioso.

5,15 €
IVA a 13% incluído
Nota: este produto deverá ser encomendado em quantidades múltiplas de 6, ou seja 6, 12, 18, 24, etc...

Ref. 1985


EAN
5601012115505

Capacidade
0,75l

Teor d'alcool
12,5º

Produtor
Casa Ferreirinha, Sogrape

Pais de origem
Portugal

Região
Douro

Tipo de produto
Vinho de Mesa Branco

Castas
Viosinho, Malvasia Fina, Gouveio, Arinto, Códega, Rabigato e Moscatel

Descrição

Vinificação: Uvas de castas selecionadas provenientes das zonas altas da região do Douro. Nestas zonas de elevada altitude são escolhidas as uvas com a maturação e acidez desejada para este tipo de vinho.Após suave desengace, as uvas são prensadas, segue-se uma decantação a baixa temperatura com rigoroso controlo enológico. Obtida a limpidez necessária segue-se a longa fermentação alcoólica a temperatura controlada entre os 16ºC e 18ºC. Os vinhos são armazenados na Adega de Vila Real,separados por casta ou vinha.

Maturação: Durante o período que medeia a fermentação alcoólica e a execução do lote final, os lotes existentes são submetidos a inúmeras provas e análises, no sentido de apurar a sua qualidade. O lote final é elaborado após apurada selecção e submetido ao tratamento de clarificação e estabilização antes do engarrafamento.

Desfrutar: Ideal para acompanhar pratos de peixe e saladas e carnes brancas.

 

Informação Complementar

Produtor: A verdadeira dimensão da Sogrape dos nossos dias exprime-se, de forma eloquente, na amplitude e no peso do seu portefólio, onde desde logo sobressaem as duas grandes marcas de vinhos portugueses no mundo – Mateus Rosé e Sandeman –, para além dos prestigiados Vinhos do Porto Ferreira e Offley, a que se juntam marcas especialistas de renome representativas das principais denominações de origem – a começar pelo mais celebrado vinho português, Barca Velha, orgulho da Casa Ferreirinha (Douro), e a continuar nos elegantes néctares da Quinta dois Carvalhais (Dão), nos vibrantes Herdade do Peso (Alentejo), nos frescos Vinhos Verdes Quinta de Azevedo e Gazela, no versátil Grão Vasco (Dão), isto só para citar os mais renomados.

Contar a história da Sogrape é pois, acima de tudo, revisitar o percurso de desenvolvimento de um projeto desenhado por um homem visionário e que os seus sucessores souberam prosseguir com rigor e competência, no total respeito pelos valores herdados. É sublinhar, afinal, as realizações de uma vasta equipa que não esconde o orgulho pela obra feita nem a ambição de continuar a fazer mais e melhor.