+351 253 818 115

Invencible Numero Dois Branco 2019

Nariz: Muito mineral com notas cítricas perfeitamente combinadas com sugestões subtis de madeira. Paladar: Muito rico e fresco, com um acabamento seco.

14,90 €
IVA a 13% incluído

Ref. InvencumeroDoBranco


EAN
5600215330012

Capacidade
0,75l

Teor d'alcool
12,6º

Produtor
Companhia de Vinhos Invencível

Pais de origem
Portugal

Região
Douro

Tipo de produto
Vinho de Mesa Branco

Saúde
Contém Sulfites

Castas
Rabigato, Códega, Donzelinho branco, Boal, Códega do Larinho

Descrição

Um vinho branco elaborado a partir de uma mistura de castas autóctones do Douro, provenientes de vinhas com mais de 90 anos de idade. É mineral e frutado, com predominância de notas cítricas, e envelheceu durante 10 meses em barris de carvalho francês. Puro Douro onde o terroir é mais do que evidente, e para o qual as mentes criativas de Rita Marques e Marc Kent uniram forças. 

Informação Complementar

Rita Marques é um rosto familiar no Douro, e trabalhou em vários projectos nas principais regiões vinícolas do mundo, desde Bordéus e Califórnia até à distante Nova Zelândia e África do Sul, onde conheceu Mark Kent, enólogo na famosa adega Boekenhoutskloof. Colaboraram juntos várias vezes desde 2015, e agora embarcaram numa nova aventura cheia de significado.
Para o fazer, adquiriram uma propriedade em Casais do Douro, no coração de Cima Corgo. Aqui, os imponentes terraços que abraçam o rio são testemunhas oculares da passagem do tempo e da força da natureza, que os esculpe e molda como se fosse um artista.
Este poder imparável é reflectido pelo poeta Luís de Camões em Os Lusíadas, personificado em Adamastor, o gigante que afundou os navios portugueses comandados por Vasco da Gama. É este cenário de batalha naval neste poema épico da literatura lusófona que foi escolhido para representar estes vinhos "invencíveis".
Pura essência do Douro em mãos de especialistas que prometem uma experiência inesquecível. Marques assegura que é uma experiência essencial para qualquer enólogo viajar e conhecer outras regiões vinícolas do mundo em profundidade, não para reproduzir os seus vinhos, mas para fazer algo completamente diferente e único.